Twister,Xadrez ou Jogos de Pergunta? Na verdade que tal apenas um novo relacionamento?

Quem nunca se pegou pensando em situações como: quanto tempo devo demorar pra responder essa mensagem? Ou será que o chamo ou devo esperar ele me chamar? São perguntas que muitos homens e mulheres já fizeram a si mesmos.

Sabemos que jogos numa relação não são novidade. Tanto homens quanto  mulheres fazem joguinhos na hora da conquista. E com isso eu comecei a me perguntar: relacionamentos honestos existem? Ou será que tem que ficar jogando o tempo todo pra manter a relação?

Assim que você conhece uma pessoa ambas as partes começam a jogar.   Parece que relacionamentos são uma batalha e quem sentir menos é o vencedor.  Mas será que “eles” pensam assim também? Meu amigo Claudio, que atualmente está solteiro, disse pra mim o seguinte: “Eu costumo ser eu mesmo. Mas tem um perigo nisso. Até porque ser honesto, logo de cara, pode estragar um futuro relacionamento. E às vezes a gente prefere contar as coisas aos poucos”.

wGSpR2W3G2bezQTEszG2UmVZnTf
FOTO: Filme Amor a Toda Prova

O grande problema é o seguinte: o que tiramos de tudo isso? Por que simplesmente não usamos a honestidade?  Quando é que dizer “ gosto de você” se tornou um problema? Eu perdi esse meio tempo. Mas como sou a rainha do dizer o que sinto independente do resultado, não vou opinar. Escutei minha amiga Carol, que disse o seguinte:  “Eu faço o jogo dele. Se não sinto confiança, não falo nada. Eu posso acabar me magoando e desconstruir algo antes de começar. É melhor se segurar pra falar. Os caras se assustam se você demonstra muito. Mas depende do tempo… O tempo fala muito numa relação.”

Ok! Tem que ser tudo dosado, certo?

Relacionamento então é quase uma balança. Se você colocar sentimento demais pode assustar e terminar antes de começar. Mas é difícil entender os sentimentos por meio de jogos e sinais… Outro amigo disse: “não faço joguinhos. Mas também não sou honesto o tempo todo. Só que é muito difícil colocar isso em prática”. Ou seja: fazer ou não jogos pra conquistar alguém? Parece que ambas as partes estão perdidas.

Creio que o resultado disso são relacionamentos frágeis e volúveis. Se você já viveu ou está vivendo uma relação sem laço, rótulos que não são nem de amizade e nem de namoro, mas que as regras de conquistas estão em alta, bem-vindo à era do amor líquido.
25_132434_501851_d695f67dd2761ee2de3eef6b987aebb9_5edbeb_301
FOTO: Filme A Verdade Nua e Crua.

“Hoje tanto homens quanto mulheres estão acostumados  a jogar. Quando a pessoa é sincera de primeira ela não é levada a serio”. É o que diz minha amiga Roberta. Agora o que fazer após essa conquista? Será que todas essas regras que criamos quando nos envolvemos com alguém continuam após começar uma relação? Ou será que relacionamentos honestos não existem? É só uma briga de ego que cada um constrói dentro de si ?

“Quando você já conquistou o jogo diminui, o que fica em frente ao seu ego e orgulho é o querer estar sempre perto. Pensar em coisas pros dois. A conquista e os jogos partem pra cama e sai dessa coisa do não vou demonstrar o que sinto.”

É natural a gente querer o mais difícil. Acho que é por isso que o joguinho na hora de ficar com alguém se tornou tão natural.  Pra mim, tudo ficou muito planejado e chega ser engraçado como relacionamentos se tornaram jogos de tabuleiro e não um aprendizado em que  cada um conhece o outro e aproveita essa sensação.

 

 

Advertisements